Camelando.

13|out|11

| Curiosidades | Egito

Olha só quem apareceu por aqui! Eu! Depois do público implorar pra eu voltar, eu voltei.. agora pra ficar porque aqui é meu lugar risos.

Então, já que tá tudo resolvido, hoje vou voltar a contar minha saga no Egito. Já contei como perder calorias numa pirâmide, já mostrei os óleos loucos, do trânsito inconsequente, como fazer o papiro, e por aí vai.

Como sempre fazemos aqui no blog, vou falar da minha experiência no Egito em janeiro desse ano. A primeira coisa que eu tenho a dizer é que o Egito é uma bagunça, tudo é um caos. Todo mundo fala do Brasil, como é desorganizado, falta de seriedade, mas no dia que você for pro Egito vai ver que o Brasil é uma maravilha, então vá preparado pra isso.

A segunda coisa que eu tenho a dizer, e talvez seja a mais importante porque pode influenciar diretamente nas minhas opiniões sobre o país do Bob Marley (piada que mais além você vai entender). Achei o país tenso, de tensão mesmo. Não me sentia muito seguro andando pelas ruas, e não era pelos egípcios te abordando toda hora, perguntando sobre seu boné, sua roupa, seu dinheiro, mas era porque eles estavam a beira de uma rebelião nacional (que claro, eu não sabia).

Você via pelas ruas manifestções, coisas estranhas acontecendo, pessoas louvando alguém pela TV, mas eu acreditava ser algo normal.

Havia também o recente fato do atentando em Alexandria que aconteceu no dia 1 de janeiro, e isso era assunto do povo, ouvi até uns comentário que a Al Qaeda estava envolvida, mas eram muitos rumores.

Resumindo, não quero assustar vocês, mas a realidade é que todos tentam se aproveitar de você turista, nem tudo é tããão barato quanto se fala, e pra contextualizar toda essa tensão que eu comentei, eu saí de Cairo dia 22 de janeiro de 2011. No dia 23 de janeiro começou a maior manifestação popular contra o até então presidente Mubarak, meio que um ditador, naquele país. Eu inclusive passei na frente da casa dele e já estava rolando umas tretas com o exército, porém, achei que era algo isolado. E depois disso milhares de turistas ficaram presos no país e por algum tempo, ou seja, tive sorte sim ou não?

Aí você me pergunta, mas vale a pena ir pro Egito? Sim! As pirâmides são inacreditáveis. Lembro que perdi a respiração por algum tempo quando vi a primeira pirâmide de Dashur, e é isso que é surpreendente. Toda a história que envolve o Egito.

Existem pessoas sensacionais, nem todos querem te enganar. A maioria se chama Mohammed, e dois deles foram meus guias até as pirâmides de Gizé, com meu fiel companheiro Bob Marley, o camelo.

Foi mais ou menos 2 horas de passeio, e acredite, não queira andar 2 horas de camelo, 5 minutos bastam. Fiquei com órgãos doendo, mas enfim, ver crianças jogando futebol do lado das pirâmides, dar um “oi” pro deserto do Saara fazem parte da aventura.

Finalizando, porque não quero que esse post fique maior que a Amanda (não é muito difícil), Egito é peculiar, surpreendente e andar de camelo é essencial para conhecer as dores do mundo. Aquela abraço e boa viagem.

Ps. No vídeo inteiro eu falei Giza porque todos chamam de Giza, mas em português é Gizé mess.

Comente na humildade:

  • maria

    Parabeeens pelas fotos e pela realizaçao. Eu queria perguntar como voces facem pra viajar, com a grana e escolha dos lugares. Meu sonho é viajar o mundo mas eu nao sei nem por onde começar.. :)

  • http://viajao.com Xóia

    Oi Maria! Nós geralmente viajamos nas nossas férias mesmo. E depois de economizar uma graninha.

    Geralmente já pensamos na próxima viagem e vamos guardando, todo mês. Fazendo assim, é bem possível conhecer o mundo!

    Seja bem-vinda e se precisar de ajuda, fale conosco ;)

  • sandra.gusso

    qdo vejo essas fotos, as vezes ainda não acredito que vc estava do outro lado do mundo, sozinho, praticamente ¨dentro¨de uma revolução, com as dores quer o bob marley te proporcionou, a renite que as piramides te deram e o caos do egito, ainda assim o que eu tenho pra te dizer, a frase que eu mais gosto do rappa VALEU A PENA

  • Pingback: Egito | 108 super dicas | Domingão de Twittadas